Morre João Carlos di Gênio, que também foi empresário da comunicação

Por Rodney Brocanelli

Morreu neste sábado (12) o empresário João Carlos di Gênio. Conforme o comunicado divulgado pelo Grupo Objetivo, fundado por ele, sua morte se deu por causas naturais. Tinha 82 anos.

Conhecido por construir um império na educação, iniciado pelo curso pré-vestibular Objetivo, di Gênio também foi empresário da comunicação com o Grupo Mix de Comunicação que controla duas rádios. Uma é a Mix FM, que comanda uma bem-sucedida rede de rádios espalhada pelo país. A outra é a Rádio Trianon AM, que hoje aluga diversos horários em sua programação e está longe de ser uma das mais ouvidas da frequência.

Além disso, o Grupo Mix controla emissoras de televisão:  RBI TVMega TV, a extinta MIX TV.

Ouça abaixo o comunicado da morte e perfil de Di Gênio que a Rádio Trianon divulgou durante todo este domingo (13).

Filho de Fausto Silva seguiu o pai e iniciou seus passos na comunicação pelo rádio

Por Rodney Brocanelli

Destaque da equipe fixa de Faustão na Band, João Guilherme Silva, filho de Fausto Silva, assim como o pai, teve uma passagem pelo rádio. JG, como é conhecido, participou em algumas edições do programa Duas na Tri, veiculado pela Rádio Trianon e redes sociais do Colégio Objetivo, responsável pela produção da atração. Ao lado da jornalista Alessandra Neri, ele era responsável por uma seção que divulgava a agenda de eventos do Objetivo, uma das mais importantes instituições educacionais do país.

Antes de virar apresentador de televisão, Fausto Silva iniciou sua carreira no rádio, no interior de São Paulo. Em seguida, trabalhou em prefixos importantes da capital: Jovem Pan, Globo, Record e FM Record.

O Faustão na Band estreou nesta segunda-feira na Band e será veiculado de segunda a sexta, sempre a partir das 20h30.

Veja abaixo o trecho de uma participação de João Guilherme Silva no Duas na Tri, em 2019.

Conforme a descrição no perfil do programa no Twitter, o Duas na Tri “é um programa onde discutimos a educação em todos os níveis”. Dele participam diversos profissionais que integram o corpo docente do Objetivo, falando sobre questões como orientação profissional, vestibular, entre outros temas voltados a um público-alvo adolescente, especialmente os que estudam no colégio. A apresentação fica a cargo de Silvia Vinhas e Malu Mota. Conforme o site da Rádio Trianon, o programa vai ao ar todas as segundas, sempre a partir das 14h.

O Duas na Tri poderia ser muito bem o Duas na Mix. A Mix FM, para quem não sabe é do mesmo grupo e voltada ao público jovem, com alcance muito maior que a sua co-irmã Trianon.

Paixão Lusa se despede da Rádio Trianon e fica apenas na web

Por Rodney Brocanelli

O programa Paixão Lusa encerrou nesta sexta (02) a sua trajetória de seis anos na grade de programação da Rádio Trianon AM 740Khz. Comandada por Antonio Quintal, a atração era responsável por divulgar e comentar as notícias da Portuguesa de Desportos, um dos mais tracionais clubes de futebol em São Paulo. Ao todo, foram 1454 edições veiculadas desde a estreia, em 2015.

A saída da Trianon não significa o fim do Paixão Lusa. O programa vai prosseguir na Internet, especificamente no YouTube (clique aqui) e no Facebook (clique aqui). Neste último, o programa já é exibido há algum tempo. Não haverá alteração do período de veiculação: segunda a sexta, a partir das 20h.

Nos últimos dias, Quintal vem incentivando os ouvintes, especialmente aqueles mais idosos, acostumados com o rádio e que não tem facilidade com os meios eletrônicos, a buscarem ajuda com netos, sobrinhos, gente mais jovem em geral.

Na despedida, Antonio Quintal aproveitou para agradecer a gestores antigos e atuais da Rádio Trianon, profissionais da retaguarda técnica e o que ele chamou de colaboradores, que o ajudaram a ficar no ar nos últimos meses.

A questão financeira pesou para o encerramento dessa parceria com a Trianon. “Há mais de ano que esse programa não tem condições de continuar no ar. A situação foi ficando difícil na economia do país. Perdemos patrocinadores de peso. São patrocinadores que fizeram muita falta pra nós”, disse o apresentador

Em maio do ano passado, Quintal ameaçou tirar o Paixão Lusa do ar, depois de se aborrecer com acusações de que estaria recebendo dinheiro do atual presidente do clube, Antônio Carlos Castanheira (saiba mais aqui).

O Paixão Lusa marcou a última participação regular de Gil Gomes no rádio antes de sua morte, em 2018. Gil fazia um breve comentário falando das coisas que aconteciam com seu clube do coração, além de relembrar histórias do passado (veja aqui). A atração ia ao ar de segunda a sexta, sempre a partir das 20h.

Morre Marcelo Gigliotti

Por Rodney Brocanelli

Morreu na madrugada desta terça (29) Marcelo Gigliotti. Ele foi mais uma vítima desta nefasta enfermidade que é o Covid-19, mais conhecido como Coronavírus.  Tinha 51 anos.

O enterro aconteceu na tarde de hoje, no Cemitério do Morumbi. Seu corpo iria para um um outro cemitério. No entanto, graças a intervenção de amigos, ele pode ser direcionado mesmo lugar onde onde estão os restos mortais de seus pais, Fiori (morto em 2006) e Adelaide (morta em 2016).

Marcelo foi auxiliar de Fiori em muitas coberturas esportivas internacionais, especialmente em Copas do Mundo. . Nos últimos anos, ele se dedicou à divulgação do livro “Fiori Gigliotti – O Locutor da Torcida Brasileira”, escrito pelos jornalistas Mauro Beting e Paulo Rogério, que conta em detalhes vida e carreira de seu pai.

Um dado curioso: caso estivesse vivo, Fiori teria completado 92 anos no dia 27 de setembro último.

A Federação Paulista de Futebol divulgou nota de pesar. Leia abaixo.

A Federação Paulista de Futebol lamenta o falecimento de Marcelo Gigliotti, filho de Fiori Gigliotti (1928 – 2006), um dos mais renomados locutores brasileiros. Marcelo faleceu na última segunda-feira (28), aos 51 anos, vítima da Covid-19.

Marcelo, filho mais novo de Fiori, fazia o trabalho de divulgação da biografia de seu pai “O Lucutor da Torcida Brasileira”, escrita por Mauro Beting e Paulo Rogério. A obra, lançada em outubro de 2019 no Museu do Futebol, narra em detalhes as histórias de um dos maiores nomes da locução esportiva brasileira, que também era pai de Marcos Pazzini.

Em sua homenagem, os jogos de volta das quartas de final do Paulistão A2 Sicredi terão um minuto de silêncio antes do apito inicial.

Ouça abaixo uma entrevista concedida por Marcelo Gigliotti ao programa Paixão Lusa, da Rádio Trianon, na ocasião sob o comando Don Roberto Costa e Antonio Quintal.

Marc

Morre Wanderley D’amico, comunicador da Rádio Trianon

Por Rodney Brocanelli

Morreu neste sábado (26), o radialista Wanderley D’amico. Ele era apresentador do Domingo Italiano, programa semanal veiculado pela Rádio Trianon AM 740Khz (SP). Conforme informações de amigos, ele se queixou de falta de ar e dores na sexta-feira, sendo internado no Hospital São Luiz, em São Paulo. Não resistiu a uma parada cardíaca no sábado, quando ainda estava no hospital, no momento de um eletrocardiograma.  Tinha 81 anos. O velório acontece neste domingo (27), entre 09h30 e 12h, no Funeral Home, na Bela Vista, com seu corpo sendo cremado posteriormente no Crematório Vale dos Pinheirais, em Mauá.

D’amico estava na Rádio Trianon desde 2004 e seu programa era um dos poucos que divulgava notícias e aspectos culturais da Itália. O Domingo Italiano ia ao ar entre 12h30 e 14h.  Veja no link abaixo a última edição de seu programa na emissora.

https://www.facebook.com/100008454041602/videos/2514742432150867

A Rádio Trianon decidiu reprisar hoje o último programa apresentado por D’amico no domingo passado (20). Um pouco antes, a apresentadora Adriana Cambaúva fez uma breve introdução informando aos ouvintes do horário sobre o que acontecera, ao som de Il Silenzio. Ouça abaixo.

Foto: Eduardo Segantine

Oswaldo Sargentelli segue vivo no rádio AM da Grande São Paulo

Por Rodney Brocanelli

Oswaldo Sargentelli, mulatólogo, como ele próprio se autodefinia, continua vivo no rádio AM da Grande São Paulo. Talvez como uma homenagem, sua voz ainda pode ser ouvida, de forma gravada na abertura do programa É Hora de Esporte, da Rádio Trianon AM, apresentado por Lucas Neto.

A voz de Sargentelli entra sempre por intermédio de uma vinheta (que deve ser bem antiga), sempre depois de uma breve saudação de Lucas Neto aos ouvintes, ficha técnica do programa e canais de veiculação.

Pouca gente talvez saiba, mas Sargentelli começou sua carreira no rádio, iniciada no final da década de 1940. Após tentar ser cantor e ator, logo ele conseguiu uma vaga na Rádio Clube do Brasil. Depois, transferiu-se para a Rádio Mauá, apresentando o programa Viva Meu Samba. Esteve também nas rádios Guanabara e Nacional, esta última, atuando como locutor esportivo. Em São Paulo, trabalhou na Rádio Jovem Pan, participando do Jornal da Manhã.

Depois do golpe militar de 1964, com restrições para trabalhar tanto em rádio como em televisão, Sargentelli decidiu se reinventar, passando a ser produtor de shows, unido samba e a dança das mulatas. Adele Fátima e Solange Couto foram as mais famosas.

Solange Couto virou atriz e um de seus personagens mais conhecidos foi a Dona Jura, da novela O Clone. Seu bar ganhou importância no enredo e passou a receber diversas personalidades que contracenavam com ela. Pelé e Ronaldinho Gaúcho foram algumas delas.  Houve a ideia de se chamar Sargentelli para uma participação. No meio da gravação, talvez pela emoção do momento, ele passou mal e foi levado a um hospital. Morreria dois dias depois, em 13 de abril de 2002. No entanto, graças a Lucas Neto, sua voz segue viva nas ondas do rádio.

O É Hora de Esporte sempre vai ao ar a partir das 07h30, de segunda a sexta. Em alguns dias, o programa começa alguns minutos mais cedo.

Ouça abaixo a voz de Sargentelli no programa de Lucas Netto em gravação feita pelo Radioamantes neste dia 12.

Oswaldo Sargentelli Lucas Neto

Programa Paixão Lusa fica na Rádio Trianon

Por Rodney Brocanelli

O Paixão Lusa vai permanecer na grade de programação da Rádio Trianon. O anúncio do “dia do fico” aconteceu na edição desta sexta-feira. O apresentador Antonio Quintal disse que recebeu diversas manifestações de ouvintes logo depois do anúncio, feito na última segunda de que a atração iria sair do ar. O programa é responsável por divulgar e comentar as notícias da Portuguesa de Desportos, e vai ao ar diariamente, a partir das 20h

Entre as centenas de mensagens recebidas, Quintal destacou algumas que mexeram com ele, segundo palavras do próprio. Um  deles disse que o programa o ajudou a sair da depressão. Outro, com mais de 90 anos, ficou sem almoçar ao saber do final do programa. Além disso, a mobilização de jovens torcedores da Portuguesa, a quem o programa é dedicado, fez com que Quintal mudasse de ideia. “Eu me preocupo com esse entorno da Portuguesa, principalmente esses meninos(…)porque é nesses que eu acredito que um dia essa mentalidade tacanha de alguns da Portuguesa vai acabar(…)Eu achei que preciso fazer parte de um trabalho de consolidação desses meninos como fieis torcedores da Portuguesa”, disse.

Na última segunda, Antonio Quintal fez um longo desabafo na edição da última segunda-feira (27) demonstrando aborrecimento com acusações de que estaria recebendo dinheiro do atual presidente do clube, Antônio Carlos Castanheira (saiba mais aqui).

Veja abaixo o trecho em que Quintal informa que o Paixão Lusa não vai sair do ar. Começa em 37min32


https://www.facebook.com/paixaolusa/videos/266221704779102

Antonio Quintal

Paixão Lusa vai deixar a grade de programação da Rádio Trianon

Por Rodney Brocanelli

O programa Paixão Lusa, dedicado ao noticiário exclusivo da Portuguesa de Desportos vai deixar a programação da Rádio Trianon na próxima sexta-feira. A decisão é do próprio apresentador do programa, Antonio Quintal. Ele fez um longo desabafo na edição da última segunda-feira (27) demonstrando aborrecimento com acusações de que estaria recebendo dinheiro do atual presidente do clube, Antônio Carlos Castanheira.

“Eu quero falar para essa meia dúzia aí, porque não sei quantos são, mas um sozinho acredito que não seja (…) que não pego dinheiro do presidente da Portuguesa, não, como nunca peguei dinheiro de ninguém”, disse Quintal. O programa, segundo ele, é sustentado por uma relação de colaboradores. “Gente pondo dinheiro pesado mensalmente para esse programa estar no ar afirmou. Em outro trecho de sua manifestação, o apresentador citou valores que vão de R$ 8 mil a R$ 10 mil.

O blog Radioamantes apurou que essas críticas se intensificaram depois que Quintal participou de uma ação do clube para arrecadar fundos que foram divididos entre a própria Portuguesa uma instituição de caridade: um jogo imaginário que fez com que craques do passado enfrentassem o Covid-19.

A transmissão dessa partida aconteceu pelas redes sociais do clube e houve a cobrança de ingressos a partir de R$ 5.  Antonio Quintal participou dela ao lado de Gomão Ribeiro, narrador do site NetLusa, e de Luiz Nascimento, jornalista da CBN e que mantém um blog sobre a Portuguesa no Globo Esporte e o perfil Acervo da Lusa, no Facebook. Além disso, o comentarista ainda gravou vídeos chamando público para esse evento.

Durante o Paixão Lusa, em resposta aos críticos, Quintal fez questão de declarar sua independência no que diz respeito a atual administração. “Já algum tempo ouço burburinho que eu estou apoiando o presidente Castanheira. Eu apoio o que, no meu entender, é bom para a Portuguesa”, afirmou.

O apresentador citou o radialista Alexandre Barros com quem trabalhou na Equipe Líder, responsável pela transmissão dos jogos do clube em diversas emissoras da Grande São Paulo. “Eu trabalhei muitos anos com o senhor Alexandre Barros e não o apoiei durante a sua gestão. O primeiro ano eu esperei para ver o que ele era capaz de fazer, embora eu achasse que não ia dar certo”, falou.  Barros foi presidente do clube no triênio 2017-2020.

Quintal ainda deixou aberto para seus detratores o espaço que tem na emissora. “Quem andou falando mal de mim a partir de segunda-feira vá para a Rádio Trianon, negocie o valor desse horário e fique no ar e faça o programa como vocês querem. Se vocês quiserem dar pau no presidente Castanheira, quiser elogiar, o problema é de vocês, eu não fico mais”, disse.

O perfil Acervo da Lusa divulgou uma nota de apoio a Quintal (veja aqui). “A história há de renegar à insignificância aqueles que são baixos e tacanhos(…)Se forem lembrados, serão pelo que há de pior na história da Lusa. Quintal não. Quintal é e sempre será lembrado como o maior entre nós”, diz um de seus trechos.

Na edição desta terça (28), Quintal passou a maior parte do programa lendo mensagens solidárias de ouvintes.

O Paixão Lusa está no ar pela Rádio Trianon desde 2015. É veiculado de segunda a sexta, sempre a partir das 20h.  Seu quinto aniversário foi comemorado no último dia 20 de abril.

Ouça e veja a manifestação de Antonio Quintal no link abaixo (a partir de 27min24).

https://www.facebook.com/paixaolusa/videos/248090189934488

Antonio Quintal

Don Roberto Costa deixa apresentação do Paixão Lusa, da Rádio Trianon; profissional será gerente de comunicação da Portuguesa

Por Rodney Brocanelli

A partir de 2020, o programa Paixão Lusa, da Rádio Trianon, que é dedicado às notícias da Portuguesa de Desportos, terá mudanças em sua equipe. Don Roberto Costa, co-apresentador da atração desde 2016, terá um novo desafio profissional por vir. Ele será gerente  de comunicação do clube, e seu trabalho será exclusivamente com o futebol. Não é a primeira vez que Costa trabalha no clube. Já atuou como assessor de imprensa entre os anos de 2012 e 2013. Desde 2008, é setorista da Portuguesa.

Costa assume o cargo com a nova diretoria da Portuguesa, que tomará posse no próximo dia 2 de janeiro. O novo presidente será Antonio Carlos Castanheira, que venceu a eleição organizada pelo clube no último dia 10 de dezembro.

Sobre o Paixão Lusa, Antonio Quintal vai comandar sozinho a atração por enquanto. Nos próximos dias, um novo profissional deverá chegar para dividir  a apresentação.

O Paixão Lusa é veiculado de segunda a sexta, a partir das 20h, pela Rádio Trianon.

don-roberto-costa

Programa Paixão Lusa relembra a última participação regular de Gil Gomes no rádio

Por Rodney Brocanelli

Gil Gomes foi homenageado nesta terça-feira pelo programa Paixão Lusa, veiculado pela Rádio Trianon. O comunicador era um apaixonadíssimo torcedor da Associação Portuguesa de Desportos, e sempre fez questão de demonstrar isso de forma pública. A ultima atividade de Gil no rádio foi como colunista do programa, no qual entrava de duas a três vezes por semana, fazendo comentários sobre as coisas relacionadas ao atual momento de seu time de coração.

Antonio Quintal, um dos apresentadores do Paixão Lusa, contou que esteve no dia anterior com Gil Gomes, que estava sob os cuidados de Vilma, uma de suas filhas. “Só mesmo um milagre mudaria a ordem das coisas”, disse.  Quintal contou que a participação do comunicador no programa foi uma sugestão de Vital Vieira Curto, que é administrador atual do Museu Histórico da Lusa. A proposta foi aceita e Gil participava às segundas, quartas e sextas, desde dezembro de 2016.

Durante um período, o Paixão Lusa passou a ser veiculado apenas de terça à sexta. Ainda assim, Gil Gomes não interrompeu sua colaboração, falando apenas às quartas e às sextas. Mesmo depois que a atração voltou a ter uma edição às segundas, ele manteve suas entradas nesses dois dias da semana.

O comentário de Gil Gomes era sempre feito ao vivo. No entanto, como sua voz ficava debilitada, consequência da enfermidade que enfrentava, ele deixava de participar do programa. Por sugestão dele próprio, as entradas passariam a ser gravadas, sempre que a saúde permitisse, e assim foi feito. A última participação ocorreu no dia 19 de setembro deste ano.

Quintal aproveitou também para falar do primeiro jogo da Portuguesa que o então menino Gil Gomes foi assistir: Portuguesa 6 x 5 Fluminense, disputado em 18 de dezembro de 1949, partida válida do Torneio Rio-São Paulo de 1950. A Lusa abriu uma vantagem de 5 a 1, mas uma má atuação do goleiro Bolivar, segundo o relato, permitiu que o clube cariosa chegasse à igualdade. Nininho acabou fazendo o gol de desempate, garantindo assim a vitória da Portuguesa. Bolivar foi substituído por Caxambu.

Ouça abaixo a fala de Antonio Quintal sobre Gil Gomes.

gilgomeslusa

 

Ouça os gols do final de semana

Por Rodney Brocanelli

O Corinthians, de virada, venceu o Sport pelo placar de 2 a 1. Ouça a narração de Ulisses Costa, da Rádio Bandeirantes.

Na Arena da Baixada, o Atlético-PR venceu o Fluminense pelo placar de 3 a 1. Ouça a narração de Jota Santiago, da Super Rádio Tupi.

Bahia e Palmeiras ficaram no empate: 1 a 1. Ouça a narração de Danilo Almeida, da parceria Rádio Trianon e Premium Esportes.

Ouça também a narração de Silvio Mendes, da Rádio Metrópole.

No Engenhão, o Botafogo venceu o América-MG pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Edson Mauro, da Rádio Globo.

Vasco e Flamengo jogaram no Mané Garrincha, em Brasília. Empate pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Rener Lopes, da Rádio Ativa (DF).

O Grêmio venceu o Paraná pelo placar de 2 a 0, jogando em sua arena. Ouça a narração de Gustavo Manhago, da Rádio Gaúcha.

Brigando para fugir da ZR, o Ceará conseguiu um excelente resultado ao vencer o Vitória pelo placar de 2 a 0. Ouça a narração de Antero Neto, da Rádio Verdes Mares.

Pela série B, o Criciúma venceu o Avaí, rival do estado, pelo placar de 3 a 2. A Rádio Eldorado escalou seus dois narradores, Dante Bragatto Neto e Mario Lima, para esta partida em um carrossel sem atropelos.

Em Goiânia, também teve clássico. O Goiás vencu o Atlético-GO pelo placar de 2 a 1. Ouça a narração de Romes Xavier, da Rádio Bandeirantes/820.

Ouça os gols do final de semana

Por Rodney Brocanelli

Deyverson entrou para a história do dérbi paulistano ao fazer o gol da vitória do Palmeiras sobre o Corinthians pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Oscar Ulisses, da Rádio Globo.

Ouça também a narração de Nilson Cesar, da Rádio Jovem Pan.

Ouça ainda a narração de Ulisses Costa, da Rádio Bandeirantes.

E ainda, a narração de Fábio Marcondes, da parceria Premium Esportes com a Rádio Trianon.

O Internacional venceu o Grêmio (1 a 0) em casa e segue líder do Brasileirão. Ouça a narração de Pedro Ernesto Denardin, da Rádio Gaúcha.

Ouça também a narração de José Aldo Pinheiro, da Rádio Guaíba.

Ouça ainda a narração de Haroldo de Souza, da Rádio Grenal.

No clássico carioca, o Fluminense bateu o Botafogo pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Luiz Penido, da Rádio Globo.

Ouça também a narração de José Carlos Araújo, da Super Rádio Tupi.

Com um gol do enfaixado Diego Souza, o São Paulo venceu o Bahia pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Gabriel Araújo, da parceria Premium Esportes com a Rádio Trianon.

O Vila Nova vencem em casa o Coritiba pelo placar de 2 a 1. Ouça a narração de Romes Xavier, da Rádio Bandeirantes/820, de Goiânia.

O Criciúma venceu o Fortaleza, de Rogério Ceni, pelo placar de 2 a 1. Ouça a narração de Joel Bernardo, da Rádio Difusora.

Ouça os gols do final de semana

Por Rodney Brocanelli

Em Chapecó, o Palmeiras venceu a Chapecoense pelo placar de 2 a 1. Ouça a narração de Vinicius Moura, da Rádio Globo.

Com um a menos, o São Paulo saiu atrás no placar, em casa. Ainda assim, conseguiu o empate contra o Fluminense. Ouça a narração de Danilo Almeida, da parceria Premium Esportes com a Rádio Trianon.

Ouça também a narração de José Aldo Pinheiro, da Rádio Guaíba.

Em casa, o Atlético-PR venceu o Bahia pelo placar de 2 a 0. Ouça a narração de Marcelo Ortiz, da Rádio Banda B.

O Sport venceu o Paraná pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Aroldo Costa, da Rádio Jornal.

Com um gols bem no final da partida, o Ceará venceu o Vasco no Maracanã: 1 a 0. Ouça a narração de Luiz Penido, da Rádio Globo.

Gabriel fez jus ao apelido de Gabigol e fez os três gols da vitória do Santos sobre o Vasco no Maracanã. Ouça a narração de Fabio Marcondes, da parceria Premium Esportes e Rádio Trianon.

Ouça também a narração de Rogério Assis, da Rádio Bandeirantes.

Em uma tarde chuvosa na cidade de Porto Alegre, o Grêmio venceu o Botafogo pelo placar de 4 a 0. Ouça a narração de Marcos Couto, da Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre.

Ouça também a narração de Ricardo Gonça, da Rádio Estação Web.

Corinthians e Atlético-MG empataram pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Milton Naves, da Rádio Itatiaia.

]

O Vitória conseguiu seu segundo triunfo neste Brasileirão ao vencer o América-MG pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Silvio Mendes, da Rádio Metrópole.

Pela série B, Payssandu e Juventude empataram pelo placar de 3 x 3. Ouça a narração de Gilberto Junior, da Rádio Caixas.

Ponte Preta e Vila Nova empataram pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Ederaldo Poy, da CBN Campinas.

Ouça os gols do final de semana

Por Rodney Brocanelli

O São Paulo segue líder do campeonato brasileiro com a vitória sobre o Ceará pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Oswaldo Maciel, da Rádio Transamérica.

O Vitória conseguiu um bom resultado em casa ao bater o Atlético-MG pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Hugo Sergio, da Rádio Super Notícia.

O Flamengo só empatou com o América-MG em Belo Horizonte: 2 a 2. Ouça a narração de José Carlos Araújo, da Super Rádio Tupi.

O Vasco venceu a Chapecoense pelo placar de 3 a 1. Ouça a narração de Edson Mauro, da Rádio Globo.

O Botafogo, de Ribeirão Preto, conseguiu se classificar para a série B de 2019 ao vencer no tempo normal e na disputa dos tiros livres o Botafogo, da Paraíba. Ouça a narração de Marco Antônio, da Radio CMN.

O Corinthians encerrou uma série de quatro jogos sem vencer na partida contra o Paraná: 1 a 0. Ouça a narração de Danilo Almeida, da parceria Premium Esportes e Rádio Trianon.

Em jogo de dois gols contra, o Cruzeiro venceu o Fluminense pelo placar de 2 a 1. Ouça a narração de Isabelly Morais, da Rádio Inconfidência.

O Botafogo venceu o desesperado Sport pelo placar de 2 a 0. Ouça a narração de Edson Mauro (em jornada dupla neste final de semana), da Rádio Globo.

Na Vila Belmiro, o Santos venceu o Bahia pelo placar de 2 a 0. Ouça a narração de Rogério Assis, da Rádio Bandeirantes.

No clássico goiano, o Vila Nova venceu o Goiás pelo placar de 3 a 0. Ouça a narração de Ronair Mendes, da Rádio Sagres 730.

Em Goiânia, o Atlético-GO venceu o CRB pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Romes Xavier, da Rádio Bandeirantes/820.

Ouça os gols do final de semana

Por Rodney Brocanelli

O São Paulo garantiu a melhor campanha do primeiro turno deste Brasileirão ao vencer a Chapecoense pelo placar de 2 a 0. Ouça a narração de Oscar Ulisses, da Rádio Globo.

Ouça também a narração de Éder Luiz, da Rádio Transamérica.

Deyverson foi Deyvershow em Salvador e ajudou o Palmeiras a bater o Vitória pelo placar de 3 a 0. Ouça a narração de Gabriel Araújo, da parceria Premium Esportes e Rádio Trianon.

Em duelo de alvinegros, o Atlético-MG se deu melhor e venceu o Botafogo: 3 a 0. Ouça a narração de Hercules Santos, da Rádio Super Notícia.

Cruzeiro e Bahia empataram pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Alberto Rodrigues, da Rádio Itatiaia.

Em Curitiba, o Atlético-PR venceu bem o Flamengo pelo placar de 3 a 0. Ouça a narração de Edilson de Souza, da CBN AM Curitiba.

Com um gol de Camilo nos acréscimos, o Internacional venceu em casa o Paraná pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Luis Magno, da Rádio Guaíba.

Ouça também a narração de Clairene Giacobe, da Rádio Estação Web.

O Grêmio foi até São Paulo e venceu o Corinthians pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Daniel Oliveira, da Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre.

Ouça também a narração de Danilo Almeida, da parceria Premium Esportes e Rádio Trianon.

O Santos venceu o Sport pelo placar de 3 a 0 e com isso parece estar se afastando do período de má fase. Ouça a narração de Davi Oliveira, da Rádio Guarujá.

Na reabertura do estádio Antônio Aciolly, em Goiânia, o Atlético-GO venceu o Coritiba pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Ronair Mendes, da Rádio Sagres 730.